People graph

O Office 365 permite a adição de suplementos que podem ser interessantes.

O People Graph é um exemplo. Planilha aqui.

Basta ir em Inserir -> obter suplementos.

Além deste, há uma série de outros suplementos possíveis: mapas, gráficos, ferramentas analíticas.

Um cuidado é que não é garantido funcionar em versões antigas.

Mudar cor de célula – VBA

Segue um exemplo de código VBA, para mudar a cor de  fundo de uma célula.

Todas as cores podem ser decompostas em vermelho, verde e azul. O código RGB atribui um número de 0 a 255 para cada cor.

O código a seguir diz para colorir o range “f4:g5” com as cores lidas na planilha.

R = Range(“b5”)

G = Range(“c5”)

B = Range(“d5”)

Exemplo no One Drive aqui.

Formulário rápido

Segue uma dica. Existe uma função pré-definida no Excel para criar formulários rápidos.

A partir de uma lista, basta clicar no ícone de formulários,

E uma interface mais amigável ao usuário vai aparecer.

Para habilitar a opção rápida, ir em Arquivo -> Opções -> Barra de ferramenta de acesso rápido -> Todos os comandos

Escolher Fomulário e Adicionar.

Vídeo aula.

Obras de arte no Excel

Segue uma reportagem interessante.

Um aposentado começou a criar obras de arte no Excel.

No link da notícia, tem alguns arquivos para download.

Abri o arquivo para entender como ele faz, e a técnica utilizada é inacreditável.

Ele utiliza o comando Inserir -> Forma livre, e desenha cada pequeno elemento do desenho como um shape!

Ou seja, é mais arte do que Excel mesmo.

Desenhar no Excel e Power Point

Há uma opção de desenho livre, nas versões mais atuais do Office (2019).

Funciona no Excel, mas é especialmente interessante no Power Point, para quem sabe desenhar (não é o meu caso).

Basta ir em arquivo -> opções e incluir a guia “Desenhar”

Vai surgir um menu “Desenhar”, onde é possível escolher diversas opções de caneta, cores, etc.

O ruim é desenhar com o mouse…

Boa diversão.

Como combinar um gráfico de barras com outro de linhas?

Digamos que a primeira tabela vá ser plotada em barras empilhadas, e a segunda tabela, em linha.

Primeiro, inserir o gráfico normalmente.

Clicar no gráfico e ir em Design do Gráfico – >Alterar tipo de gráfico.

Tem uma opção de combinação, você pode indicar o tipo de gráfico de cada série e dizer se vai no eixo principal ou no eixo da direita,

Resultado:

Para efeito de comparação, jogando a linha no eixo secundário vai criar um segundo eixo, do lado direito do gráfico. É útil quando a escala das linhas e das barras for muito diferente.

Link para download.

Ideias Técnicas com uma pitada de filosofia.

https://ideiasesquecidas.com/

Código de Barras – Resolução

Fiz uma solução passo a passo do post anterior, para explicar.

Imagine que há 13 casas, onde cada casa comporta um dígito do código de barras.

Utilizo a função do Excel =EXT.TEXTO(). Ela necessita de três parâmetros: o código de barras original, a posição inicial do texto que quero extrair, e quantos dígitos quero extrair.

Na linha abaixo do código, os multiplicadores 1 e 3, em sequência.

Os outros cálculos são o somarproduto, e seguir exatamente os passos descritos no enunciado.

Vide planilha aqui.

Exercício – Código de Barras

O código de barras é utilizado universalmente para representar informações sobre um produto. A grande vantagem é a facilidade de ler o código utilizando laser e reconhecimento de imagens.

Uma convenção bastante utilizada (porém não é a única) é a EAN-13.

Ela tem treze dígitos.

  • Os três primeiros representam o país (Brasil tem número 789),
  • Os quatro dígitos seguintes representam o fabricante,
  • Os cinco dígitos seguintes representam o produto.
  • O último dígito é o verificador: é uma checagem para conferir se não houve algum erro durante a leitura.

O desafio consiste em criar uma planilha que calcule o dígito verificador, dado um código de barras.

Procedimento.

Digamos que o número seja 590.123.412.345-7

Tiro o dígito verificador da conta.

Considero cada dígito individualmente.

Multiplico o primeiro por 1, o segundo por 3 e repito até o 12º dígito.

Faço o somar produto desses dígitos e o multiplicador, ou seja, 5×1 + 9×3 + 0x1 + 1×3 + 2×1 + 3×3 + 4×1 + 1×3 + 2×1 + 3×3 + 4×1 + 5×3

Resultado:          83.

Divido por 10:                   8,3

Arredondar para baixo:                 8

Somar 1:              8 + 1 = 9

Multiplicar por 10:          90

Subtrair a conta original:              90 – 83 = 7

O dígito verificador é o 7, o que confere com o código: 590.123.412.345-7

Outro exemplo: 789.602.630.347-7 (note que o produto é brasileiro, começa com 789)

O desafio consiste em criar um procedimento (fórmula, código, vale tudo) para verificar se o dígito verificador está correto, dado um código de barras.

A minha resposta no próximo post.

Boxplot no Excel

O Excel, a partir da versão 2016, tem gráficos novos que podem ser úteis.

Um deles é o boxplot.

Uma característica dela é colocar o máximo possível de informações de forma visual.

Para criar o gráfico, é só selecionar a série e Inserir -> Inserir gráfico de estatística -> Caixa estreita

Cada série vira um boxplot.

O que são as informações mostradas?

De baixo para cima.

A linha de baixo representa o mínimo.

A parte de baixo da caixa representa o 1º quartil da série

A linha do meio da caixa representa a mediana, ou o 2º quartil da série

A parte de cima da caixa representa o 3º quartil da série

A linha de cima da caixa representa o máximo da série

Segue aqui como exemplo.

Gráfico funil e demográfico

Dois gráficos que podem ser úteis.

O gráfico do tipo funil. É um gráfico de barras na vertical, porém, com a barra do valor flutuando em forma de funil.

O segredo é criar um gráfico empilhado. Depois, é só colorir a base como transparente, para dar o efeito de funil.

O segundo gráfico é daqueles de demografia.

Digamos, faixa etária por gênero.

É o mesmo gráfico vertical, porém, multipliquei um dos valores por -1, para jogar no eixo negativo. (Sugestões são bem-vindas para melhorar).

Link para download: Funil.xlsx

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/