Use imagens dinâmicas no Excel

No Excel, existe uma função secreta que nos permite criar imagens dinâmicas de planilhas, gráficos e outros elementos das planilhas.

Para habilitá-la, seguem os passos:

Agora, com a função câmera habilitada, basta utilizar de acordo com os passos a seguir.

  1. Selecione um intervalo
  2. Clique no ícone de câmera que foi habilitado na barra de menu
  3. O cursor se tornará uma cruz. Clique e arraste para dimensionar sua cópia.
  4. Está pronto! Toda vez que sua tabela, gráfico ou elemento de origem sofrer alterações, sua imagem será atualizada.
  5. Use sua imaginação para criar planilhas fantásticas. Você pode redimensionar e mover a imagem dinâmica com facilidade.

Uma vantagem desse tipo de método é que a imagem não fica com formato restrito às linhas e colunas do Excel.

Já usei esse tipo de técnica para criar dashboards.

(Escrito pelo brilhante amigo Rodolpho Mazzo)

O oráculo de fórmulas do Excel

Não tem a menor ideia de como escrever uma fórmula no Excel? Esqueceu o comando?

No site a seguir, podemos escrever textualmente o que desejamos, e o bot dá uma solução.

https://excelformulabot.com/

Um teste:

Infelizmente, é necessário escrever em inglês.

Pelo que a página indica, o projeto está em constante evolução… daqui a pouco, vai fazer planilhas inteiras!

Dica do velho amigo Maurício Cota.

Como fazer uma coluna calculada numa tabela dinâmica?

É possível calcular um valor com alguns números na tabela dinâmica e criar uma coluna auxiliar para fazer isso. Há um problema nesse processo: caso decida inserir uma nova coluna ou valor, esse campo calculado será sobreposto, ou então desconfigurado.

Eis a solução: quando uma tabela dinâmica é criada, podemos criar campos calculados (sem precisar criar campos adicionais na tabela original). Esses campos ficam disponíveis como novas colunas para serem inseridas na tabela dinâmica.

Segue exemplo:

Temos a tabela abaixo e queremos analisar de forma dinâmica:

Para isso, basta criar uma tabela dinâmica e configurar os campos.

Vamos supor que uma dessas configurações seja o valor total (representado pela multiplicação da Quantidade pelo Valor). Para realizar esse processo, basta clicar em Analisar > Campos, Itens e Conjuntos > Campo Calculado:

Automaticamente uma janela abrirá. Nessa nova janela, basta dar um “Nome” ao campo que você deseja realizar o cálculo e criar a fórmula.

Na fórmula podemos utilizar as fórmulas do Excel – no lugar das células que vamos calcular inserimos os “Campos” da tabela dinâmica.

Feito esse processo, basta clicar em adicionar e o campo estará disponível para visualização:

Basta configurar a tabela da forma que atenda a sua necessidade e pronto: agora você tem um campo calculado sem precisar criar colunas adicionais ao lado da tabela dinâmica.

(Dica enviada pelo amigo Guilherme Lessio).

Como desenhar organogramas no Excel

O Excel tem uma ferramenta bastante útil para desenho de organogramas.

Basta ir em Inserir -> SmartArt.

No popup que surgir, escolher Hierarquia. Há diversos tipos de organograma a escolher. A título de exercício, vamos no primeiro.

Na caixa à esquerda, podemos preencher as caixinhas com as posições que queremos, e via Enter e TAB, posicionar exatamente a hierarquia desejada.

Vide o exemplo para download.

Veja também:

Ocultar e Reexibir no Excel

Um princípio para um bom design é o de reduzir. Reduzir fisicamente o tamanho, esconder (como um menu no computador que se recolhe quando não utilizado), agregar mais valor à mesma funcionalidade (ex. ao invés de ter dois botões para dois processos subsequentes, unificar no mesmo).

No Excel, é muito fácil Ocultar / Reexibir linhas e colunas, e também abas das planilhas.

Para ocultar uma coluna toda, basta selecionar a coluna (ou a linha), clicar com o botão direito do mouse e escolher “Ocultar”.

Para reexibir, selecionar as colunas quem contém a coluna oculta, clicar com o botão direito, e “Reexibir”.

Para ocultar uma aba inteira, clicar com o botão direito no nome da aba, e selecionar “Ocultar”.

Para reexibir, clicar com o botão direito do mouse em qualquer nome de aba aberto, e escolher “Re-exibir”.

“Simplicidade é sobre retirar o óbvio e adicionar o que faz sentido” – John Maeda

Veja também:

https://medium.theuxblog.com/the-laws-of-simplicity-ed6fa92c7bc6

Alinhar shapes

Montando apresentações, ou no Excel mesmo, é muito útil saber alinhar corretamente os elementos do ppt.

Digamos que eu tenha os seguintes elementos a alinhar.

O comando para alinhar é Formatar -> Alinhar.

No caso, foi feito alinhamento pela parte superior, mas há várias opções para alinhar: pelo meio, pela parte inferior.

A seguir, ir em Formatar -> Alinhar-> Distribuir horizontalmente.

E aí, teremos os shapes perfeitamente alinhados e distribuídos.

Para a figura abaixo, o método foi alinhar à esquerda e distribuir verticalmente.

Dessa forma, teremos figuras alinhadas para a apresentação!

Padrões em círculos

É possível criar padrões extremamente intrincados, a partir de construções simples.

No VBA, é possível desenhar um círculo com o seguinte comando.

    ActiveSheet.Shapes.AddShape(msoShapeOval, 25, 25, 15, 15)

(parâmetros: posição x e y, tamanho na direção x e tamanho na direção y)

Para trocar cores da borda, preenchimento do círculo, etc, normalmente uso o “gravar macro” e reaproveito o código.

Utilizando apenas círculos com raios pequenos, é possível criar uma malha formada de pontos.

(Versão em Excel (https://1drv.ms/x/s!Aumr1P3FaK7joCmnhqOUkgQfqrwW), e versão JS D3 em: https://asgunzi.github.io/Padr-es-em-C-rculos/PadroesCirculos.html)

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos01.png?w=1024

Se o raio de cada ponto for aumentado, e com o raio vermelho levemente maior que o azul.

Começa a ficar interessante quando os raios aumentam a ponto de se tangenciar.

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos03.png?w=1024

Aumentando mais ainda.

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos04.png?w=1024

E assim sucessivamente:

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos05.png?w=1024

Padrões diversos formados aumentando mais ainda os raios:

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos06.png?w=1024

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos07.png?w=1024

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos08.png?w=1024

São desenhos de alta complexidade, feitos a partir de um padrão simples de círculos.

https://ideiasesquecidas.files.wordpress.com/2022/05/circulos09.png?w=1024

Vide planilha, para criar estes e outros padrões.

É necessário ativar macros para funcionar.

Veja também:

https://ideiasesquecidas.com/

Gráfico animado no Excel

É possível criar um efeito de animação, num gráfico de Excel, usando VBA.

O truque aqui é deixar o gráfico final criado, apagar os dados, e via VBA, colar cada número separadamente. Um problema possível pode ser atualizar rápido demais. A fim de dar tempo para atualizar, utilizar application.screenupdating = true, para cada iteração, ou mandar um comando doevents.

Efeito final:

Vide planilha em https://1drv.ms/x/s!Aumr1P3FaK7joCe9r2N_wg8nGIeT

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia
https://ideiasesquecidas.com/

Veja também:

Como inserir cálculos na tabela dinâmica?

Dominar Tabelas Dinâmicas em Excel é uma habilidade extremamente útil.

Além das funcionalidades comuns, é possível fazer cálculos mais elaborados numa tabela dinâmica.

Primeiro, uma parte mais básica.

Dada uma tabela como a seguinte, selecionar a tabela -> Inserir tabela dinâmica. Há algumas opções a preencher, como o local a inserir a tabela dinâmica.

Podemos escolher os campos que irão nas linhas, nas colunas, e por default os valores são somados.

Um primeiro truque: é possível mudar a agregação para média, desvio padrão, máximo, etc. Clicar na seta relativa ao campo desejado e em “Configurações do campo de valor”, para uma lista de alternativas.

Exemplo: fazer a média do primeiro valor, e pegar o máximo do segundo.

Será que é possível fazer cálculos?

Por exemplo, quero fazer uma média ponderada 0,8*valor1 + 0,2*valor2. Uma forma é fazer na planilha, como uma coluna a mais. Outra forma é fazer direto na tabela dinâmica – a vantagem é não poluir ou manipular demais a informação inicial, e assim evitar erros.

Para fazer cálculos direto na tabela dinâmica:

Selecionar a tabela dinâmica e ir em “Analisar” -> “Campos, itens e conjuntos” -> “Campo calculado”

Escrever a fórmula, com apoio dos campos da tabela.

O campo calculado é como se fosse uma coluna nova na tabela original, e vai estar sujeito à mesma agregação e regras de uma tabela dinâmica comum.

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia
https://ideiasesquecidas.com/

Como gerar um UUID no Excel?

Num banco de dados, é importante ter um registro único como chave, para evitar que dois registros conflitem.

Como eu posso fazer para ter esse identificador (ID) único para cada registro?

Uma forma é ter um controle de IDs: verificar qual o último número já gravado e gerar um novo número. Talvez sequencial, como no exemplo abaixo.

Porém, para casos onde for difícil ou custoso fazer essa verificação, ou a comunicação central online for complicada, é possível utilizar uma técnica de números aleatórios.

É aí que entra o conceito de UUID, identificador universal exclusivo. É um número de 128 bits representado por 32 dígitos hexadecimais, cada um gerado aleatoriamente.

Algo como:

c3d5d666-4050-4bad-8258-6a0c4f8eb701

Há uma série de protocolos para gerar esse número. Apesar de aleatório, é aleatório dentro desses protocolos.

O site a seguir fornece o serviço que gera um UUID, de forma gratuita.

https://www.uuidgenerator.net/

A tabela ficaria assim, para efeito de comparação:

Há chance de duplicação? Sim, há uma probabilidade maior que zero, porém muito pequena: 1 em 2,7 quintilhões. É mais fácil ganhar na mega sena duas vezes seguidas do que dar um conflito de UUIDs.

Em anexo, uma rotina em Excel – VBA que consulta o site citado acima, gera um UUID aleatório e puxa para uma célula. Foi desenvolvida pelo amigo Bruno Cambria, como um componente de um projeto que tocamos.

Um uso possível pode ser gerar N bancos separados, assíncronos, e juntar depois, com chance quase nula de duplicação. Ciência da computação pura.

Link para saber mais.

https://en.wikipedia.org/wiki/Universally_unique_identifier

Bônus: Review do livro Hacking Digital, com boas dicas e cuidados a serem tomados na transformação digital da companhia.

Acesse em https://www.linkedin.com/posts/arnaldogunzi_hacking-digital-best-practices-to-implement-activity-6924321829675241472-73gh

https://ideiasesquecidas.com/