Dicas de Copiar e colar VBA

Em geral, é melhor carregar tudo na memória, trabalhar e voltar tudo de uma vez só.

A cada manipulação de planilha (como colar dados), perdemos eficiência.

Exemplo simples.

Digamos que eu queira copiar valores de A para coluna B.

Um jeito simples é copiar linha a linha.

    n = Application.WorksheetFunction.CountA(Range(“a2:a100000”))

    For i = 2 To n

        Range(“b” & i) = Range(“a” & i)

    Next i

Uma forma extremamente mais eficiente é copiar tudo numa variant, e posteriormente colar ela.

n = Application.WorksheetFunction.CountA(Range(“a2:a100000”))         

‘Copia a tabela inteira para uma variável variant    

tab1 = Range(“a2:a” & 1 + n)         

‘Cola a tabela duma vez só, começando na célula c2    

Range(“c2”).Resize(UBound(tab1, 1), UBound(tab1, 2)) = tab1      

Neste caso específico, a diferença é de 9s, pouco, porém para manipulações mais complexas, a gente pode ganhar muito tempo, da ordem de dezenas de minutos a cada vez que rodar.    

Baixar a planilha aqui, a fim de comparação.

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia
https://ideiasesquecidas.com/

Loja e recomendações
https://ideiasesquecidas.com/loja/

Como criar MiniGráficos no Excel

Um truque muito bom e fácil para visualização de dados é a utilização de minigráficos, como os abaixo.

Cada linha de dados é plotada num minigráfico, que ocupa uma célula do Excel.

Para utilizar esse truque, basta selecionar os dados e Inserir -> Minigráficos -> escolher algum deles.

Depois é possível formatar cores, etc.

Vide arquivo aqui (https://1drv.ms/x/s!Aumr1P3FaK7jn30AJG0to5c7DxtX).

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia
https://ideiasesquecidas.com/

Facilite seu trabalho utilizando intervalos nomeados em Excel

(Escrita pelo amigo Rodolpho Conti Mazzo)

Nomear intervalos é um recurso poderoso do Excel: podemos tornar nossas planilhas mais organizadas, facilitar a utilização de fórmulas e até mesmo usufruir de recursos únicos ao trabalhar em conjunto com Power BI.

Se você usa Excel no dia-a-dia, já percebeu que o campo em realce mostra a célula selecionada. Entretanto, sua função vai muito além disso: ao selecionarmos uma célula ou intervalo, podemos escrever um nome nesta caixa de texto, armazenando essa seleção específica para uso posterior.

Após nomeado, o intervalo pode ser facilmente resgatado através do menu drop-down:

Esse intervalo pode ser utilizado nas fórmulas, evitando que precisemos selecioná-lo manualmente ao escrevermos uma nova fórmula:

Outra funcionalidade é resgatar informações para serem utilizadas no Power BI. No seguinte exemplo, suponha que precisemos resgatar apenas a seleção a seguir e não possamos alterar o arquivo de origem.

Ao importarmos diretamente a planilha no Power BI, tudo seria importado, e trabalhando dessa forma, caso os funcionários decidam por adicionar uma nova linha ou coluna, nossa importação poderá parar de funcionar. Uma maneira de contornar esse problema é nomeando a tabela no Excel.

Dessa forma, ao importarmos o arquivo Excel no Power BI, teremos acesso direto à tabela do exemplo, e essa técnica continuará funcionando mesmo se forem inseridas linhas ou colunas no restante da planilha.

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

Faça o Excel cantar em Português

O Excel apresenta, de forma nativa, funções do tipo “Text  to Speech”.

Esta função pode ser útil para pessoas com dificuldade visual, ou checar via áudio se um texto está correto entre outros.

Há duas formas de habilitar, uma através de comandos do Excel, e outra por macro.

1 –  Ir em “Personalizar barra de ferramentas de acesso rápido” -> Mais comandos…

Escolher “Todos os comandos” -> Células de Fala -> Adicionar

Vai aparecer um ícone novo.

Escolher a célula a falar, e clicar no ícone, indicando que esta é uma célula de fala. Ao pressionar Enter, o Excel vai ler o conteúdo, na língua que está configurada.

2- Via macro, é só utilizar a função Application.Speech.Speak.

Sub testeFalar()

Dim str1 As String

str1 = Range(“c3”)

Application.Speech.Speak (str1)

End Sub

Vide planilha aqui: https://1drv.ms/x/s!Aumr1P3FaK7jn13e5NRv09YnSA0U

Obs. A mesma dica é válida para todo o pacote Office.

O Excel não é nenhuma Elis Regina, mas pode ser útil.

Dicas para classificar e ordenar tabelas

O Excel permite classificar e ordenar tabelas de diversas formas, desde as mais básicas até mais complexas, como por cores.

Alguns exemplos.

Digamos que eu tenha a tabela a seguir.

A primeira ação a fazer é clicar na tabela  e ir em Dados -> Filtro, para poder filtrar (tecla atalho ALT-csf)

O filtro permite classificar por valor, do maior para menor, do menor para o maior, ou em ordem alfabética se for uma coluna de texto.

Existem opções mais avançadas, como classificar por cor:

Em “Personalizar classificação”, é possível inserir diversos critérios simultaneamente:

Resultando em:

Outro exemplo.

É possível personalizar mais ainda a lista.

A lista “Dom – Seg – Ter – Qua – Qui – Sex – Sáb” não fica na ordem nem crescente nem decrescente, é uma ordenação arbitrária.

Vá em “Lista personalizada” e insira a ordenação desejada.

E aí teremos os dias da semana na ordem correta.

Fica a dica.

Como traduzir legendas de filmes utilizando o Word

O Office 365 tem nativamente uma função de tradução do Bing, de tudo quando é língua.

Uma utilidade é a de traduzir legendas de filmes.

Sites como o Yifi dispobilizam uma série de legendas (ou subtitles, em inglês) para download. São arquivos texto, formato .srt.

Digamos que só tenha o arquivo em inglês, e quero traduzir em português.

Vamos fazer um exemplo com as legendas do clássico filme “Os Sete Samurais”.

1 – Abrir o arquivo de legendas .srt no Word. (Arquivo -> Abrir -> Procurar)

2 – Revisão -> Traduzir -> Traduzir documento

3 – Vai abrir uma caixinha do lado direito, perguntando a língua original e a de destino. Clicar em traduzir

4 – Pode ser que o Word peça para salvar o documento em docx, para fazer a tradução. É só salvar o mesmo em docx e prosseguir.

O Word vai abrir um segundo arquivo, traduzido.  A tradução não fica perfeita, mas quebra o galho.

5 – Salvar como texto.

6 – No player (o VLC é muito bom), carregar o arquivo salvo, e eis que temos as legendas traduzidas!

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

Como compartilhar o mesmo Excel com duas ou mais pessoas ao mesmo tempo?

O Office 365 pode ajudar nisso, com a CoAutoria.

https://support.microsoft.com/pt-br/office/colaborar-em-pastas-de-trabalho-do-excel-simultaneamente-com-a-coautoria-7152aa8b-b791-414c-a3bb-3024e46fb104

Na parte superior direita, tem o Compartilhar.

A seguir, é necessário salvar o arquivo no OneDrive.

É possível enviar o link para a pessoa com quem colaborar, ou copiar o link para enviar depois.

O salvamento automático deve estar ativado. Assim, as alterações que uma pessoa fizer na planilha podem ser vistas pela outra, com segundos de diferença.

Eu não conhecia essa função. O colega Hadson Hoffer utiliza bastante, para geração de indicadores. Segundo o Hadson:

“A única dificuldade que encontramos é quando uma pessoa precisa iniciar uma linha nova e a outra precisa filtrar a tabela. Nós só precisamos ficar atentos pra que quando os filtros sejam limpos, nao ficar um espaço entre as linhas”

Fica a dica.

Como usar o botão de seleção do Excel

O botão de seleção é um truque útil. Pode ser utilizado para ativar ou desativar gráficos, por exemplo.

Para usar, ir em Desenvolvedor -> Inserir -> Caixa de seleção.

(Se a aba não estiver habilitada, vide tutorial https://www.excelpraontem.com.br/habilitar-guia-desenvolvedor)

Insira a caixa em algum lugar na planilha.

Clicando na caixa com o botão direito, em Formatar controle, vínculo da célula, escolha uma célula (digamos H5).

Se a caixa estiver selecionada, a célula escolhida (H5) vira Verdadeiro, senão, falso.

Como usar isso?

Digamos que temos três gráficos. Coloco três caixas, uma para cada gráfico.

E uma fórmula para cada coluna. Se Verdadeiro, uso o valor do gráfico, se falso, zero ou #N/D.

Crio gráficos com as colunas das fórmulas.

E pronto.

Não é a única forma de fazer isso, mas eu acho simples e com um efeito bonito.

Vide planilha aqui: https://1drv.ms/x/s!Aumr1P3FaK7jnnSSG_zWQEqkDR-f

Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

Nova guia (ideiasesquecidas.com)

Dica – Validação de dados

Digamos que eu tenha um formulário, e a fim de evitar erros, quero restringir a entrada de dados. No campo “Data”, o usuário deve colocar uma data.

A validação de dados serve para isso.

Selecionar a célula, ir em Dados -> Validação de dados -> Validação de dados.

Há várias opções possíveis, entre elas, a de data.

Neste caso específico, vai pedir mais informações. Coloquei para permitir dadas maiores do que 01/01/2000.

É um truque útil.

Alguns atalhos úteis no Power Point

É possível utilizar apontador laser, caneta, marcador, e apagar, caso você tenha feito errado.

Teste as técnicas abaixo em um ppt qualquer. Deve estar no modo de apresentação.

ctrl + l = ativa laser (o ponto vermelho da figura, que vai se mover com o mouse)

ctrl + c = ativa caneta

ctrl + i = ativa marcador

Com marcador e caneta, é possível destacar e escrever ao vivo, na apresentação.

Para apagar:

ctrl + e = ativa borracha

shift + e = apaga tudo escrito

É possível dar zoom para aumentar a região a ser mostrada da apresentação, com as teclas “+” e “-“ do computador.

+ Mais zoom na tela

– Mais zoom na tela

Essas técnicas acima podem ajudar bastante na comunicação, e são especialmente úteis nessa época de trabalho remoto.